Pablo Lapidusas

Agenda / Tour

Nov 07

Lisboa
Onda Jazz
P.L.I.N.T -Pablo Lapidusas International Trio
Sexta

Mar 07

Solo
IMS - Poços de Caldas
Sábado

Abr 30

HOT CLUB DE PORTUGAL - Lisboa
P.L.I.N.T - Pablo Lapidusas International Trio
Quinta

Mai 01

HOT CLUB DE PORTUGAL - Lisboa
P.L.I.N.T - Pablo Lapidusas International Trio
Sexta

Mai 02

Salão Brasil - Coimbra
P.L.I.N.T - Pablo Lapidusas International Trio
Sábado

Vídeos

Discografia / Discography

Estrangeiro - Pablo Lapidusas Solo (2013)

Estrangeiro - Pablo Lapidusas Solo

Ouriço - Piano Solo (2011)

Ouriço - Piano Solo

Press Estrangeiro

clique na foto para ampliar

Press Ouriço

clique na foto para ampliar
Joko

Joko (2013)

Marcelo D2 - Nada pode me parar

Marcelo D2 - Nada pode me parar (2013)

Sergio Beck - Nothing to Lose

Sergio Beck - Nothing to Lose (2012)

O melhor moderna brasileira Jazz vol. 1

O melhor moderna brasileira Jazz vol. 1 (2011)

O melhor moderna brasileira Jazz vol. 2

O melhor moderna brasileira Jazz vol. 2 (2011)

Instrumental Brazil vol. 4

Instrumental Brazil vol. 4 (2011)

Atsuko Kitayama - Amizade

Atsuko Kitayama - Amizade (2009)

Jorge Ailton - O ano 1

Jorge Ailton - O ano 1 (2009)

Marcelo D2 - A arte do barulho

Marcelo D2 - A arte do barulho (2008)

Pedro Paulo de Leoni por Pablo Lapidusas - Canção do entardecer

Pedro Paulo de Leoni por Pablo Lapidusas - Canção do entardecer (2008)

Bena Lobo - Sábado ao vivo

Bena Lobo - Sábado ao vivo (2008)

Jimmy Dludlu - Portrait

Jimmy Dludlu - Portrait (2007)

Eric Chang - Sol Latino

Eric Chang - Sol Latino (2006)

Bena Lobo - Sábado

Bena Lobo - Sábado (2006)

Songbook João Bosco

Songbook João Bosco (2003)

Ramon Montagner - Boyya

Ramon Montagner - Boyya (2000)

Press Release

Nascido em Buenos Aires, infância em Poços de Caldas, com graduação em música em Campinas (Unicamp), Pablo Lapidusas vive atualmente em Lisboa, onde faz mestrado em performance jazzística. Antes dessa parada europeia, na última década, baseado no Rio de Janeiro, o pianista rodou por diferentes países, atuando ao lado de artistas como Eduardo Dussek, Zezé Motta, Wanda Sá, I Musici de Montreal, Jimmy Dludlu, Célia Vaz, Victor Biglione, Quarteto em Cy, Edu Lobo, Carlos Malta, Bena Lobo, Sandra de Sá, Cesar Camargo Mariano, Hermeto Pascoal e Marcelo D2.

Trajeto de um livre cidadão do mundo (e da música), que, em parte, explica o título escolhido para seu segundo disco, gravado itinerantemente em estúdios de Lisboa, Rio, Buenos Aires, Maputo, Los Angeles e Londres, no antológico Studio 2 de Abbey Road. Um estrangeiro, pilotando solo seu piano e que, sem fronteiras entre popular, clássico ou jazz, transita e improvisa por Duke Ellington, Gilberto Gil, Chico Buarque, Lennon & McCartney, Tom Jobim, Ennio Morricone, Edu Lobo, João Carlos Schwalbach. Canções tratadas com inventividade, algumas delas com introduções compostas por Lapidusas , o que resultou em músicas novas, mesmo que conhecidas, e saudavelmente difíceis de catalogar. A princípio, canções populares, mas com tratamentos que vão do clássico ao jazz e voltam ao pop. O conceito de “Estrangeiro” (que sai no Brasil pelo selo Kalamata e no resto do mundo pela Ekaya Productions) começou a nascer após o primeiro disco, “Ouriço” (Delira Música, 2008 / Kalamata, 2011), privilegiando um repertório que sempre o acompanhou. Assim encontrou o formato que desenvolveu nesse périplo por tantos estúdios, imprimindo sua digital a partir de estímulos de uma diversificada formação artística.

Antonio Carlos Miguel

Newsletter

Receba novidades de Pablo Lapidusas